você só precisa ver.


todos os dias a beleza se desdobra na frente dos seus olhos: no que é pequeno e no que é grande. o tempo todo. minúsculo, abstrato, faíscas de luz, risinho de criança, sensação de dejavu, deus. horizonte de paisagem, sol baixando com cores inimagináveis que podem colorir o céu e te fazer sentir saudade sabe-se lá de qual vida. cheiros que vem do nada, poesia no meio do caos, sonhos que falam de amor e sincronicidade.


todos os dias a beleza se desdobra na frente dos seus olhos o tempo todo: você só precisa ver.


pra não deixar esquecer, a fotografia te empresta o registro. se você não consegue ver, posso te emprestar meus olhos. sempre existem infinitos inteiros pra se descobrir no óbvio, sabia? vem.